Oiee, como estão?
Pelo título já dá pra saber que vou falar de Diário de Uma Paixão.
Qual será o melhor?

Livro




Diário de uma paixão - "Os românticos chamariam isso de uma história de amor, os cínicos diriam que é uma tragédia. Na minha cabeça, as duas versões se completam, no fim das contas, qualquer que seja a versão escolhida para encarar este relato, nada altera o fato de que ele abrange uma grande parte da minha vida e do caminho que escolhi trilhar. Não tenho nenhuma queixa a fazer quanto ao meu percurso e aos lugares onde ele me levou; talvez sobre outas coisas eu tenha reclamações, suficientes para encher uma tenda de circo, mas o caminho que escolhi tem sido sempre o certo, e tampouco gostaria que tivesse sido de outro jeito." A história começa no início de outubro de 1946, quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito até que a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido à enorme diferença de classe social entre os jovens. Diário de uma Paixão foi originalmente inspirado na história dos avós da esposa de Nicholas. Quando o autor os conheceu, eles já estavam casados há mais de 60 anos. O amor verdadeiro em si, o carinho e a devoção se sobrepõem às mudanças inevitáveis do tempo, que afetam a todos nós.

Diário de Uma Paixão é o primeiro livro lançado por Nicholas Sparks, em 1996. Logo, o livro entrou na lista dos mais vendidos do "New York Times".

E o que esse livro tem de tãão especial?

Noah e Allie, que se conheceram no verão de 1932, em Nova Berna, na Carolina do Norte.
Logo se apaixonaram e não se desgrudaram até o fim do verão, quando Allie voltaria para a sua cidade. O envolvimentos dos dois foi repentino e surpreso até para eles. quando Alllie descobriu que iria embora, eles juraram que o amor deles não iria virar somente uma história de verão.
Mas, nos fim das contas, não conseguiram. No início de setembro, o tabaco já havia sido ceifado e ela não teve alternativa a não ser retornar com a família a Winston-Salem."Só o verão acabou, Allie, nós não", ele disse na manhã que ela partiu. "Nós nunca acabaremos". Mas acabaram. Por alguma razão, que ele nunca pôde entender completamente, as cartas que escreveu sem resposta.
Pág.24

A separação foi devastadora para Noah e para a Allie. Durante dois anos Noah escreveu cartas para Allie e acabou desistindo de ter algum contato depois de não ter nenhuma resposta. Noah vai para a guerra e quando volta, compra uma casa e reforma, do jeito que Allie disse que sonhava.


No livro, eles ficam 14 anos sem se ver e depois que a foto da casa reformada sai no jornal, Allie resolve procurar Noah e todo aquele amor reprimido volta. Só que ela agora está noiva, com casamento marcado e os pais dela apoiam o casamento. E ela fica no dilema se casa ou não com o noivo.

Um ahistória de amo belíssima, para mim, sem dúvidas é o melhor livro do Nicholas Sparks. Eu tenho o filme, o livro em português - autografado -, e o livro em inglês, que eu comprei em 2014 quando viajei para os EUA, é a versão de aniversário de 10 anos.




Filme




Numa clínica geriátrica, Duke, um dos internos que relativamente está bem, lê para uma interna (com um quadro mais grave) a história de Allie Hamilton (Rachel McAdams) e Noah Calhoun (Ryan Gosling), dois jovens enamorados que em 1940 se conheceram num parque de diversões. Eles foram separados pelos pais dela, que nunca aprovaram o namoro, pois Noah era um trabalhador braçal e oriundo de uma família sem recursos financeiros. Para evitar qualquer aproximação, os pais de Alie a mandam para longe. Por um ano Noah escreveu para Allie todos os dias mas não obteve resposta, pois a mãe (Joan Allen) dela interceptava as cartas de Noah para a filha. Crendo que Allie não estava mais interessada nele, Noah escreveu uma carta de despedida e tentou se conformar. Alie esperava notícias de Noah, mas após 7 anos desistiu de esperar ao conhecer um charmoso oficial, Lon Hammond Jr. (James Marsden), que serviu na 2ª Grande Guerra (assim como Noah) e pertencia a uma família muito rica. Ele pede a mão de Allie, que aceita, mas o destino a faria se reencontrar com Noah. Como seu amor por ele ainda existia e era recíproco, ela precisa escolher entre o noivo e seu primeiro amor.


É difícil uma adaptação me agradar tanto. No caso de "Diário de Uma Paixão", o filme é tão maravilhoso quanto o filme. Algumas coisas foram diferentes, se no livro, Allie e Noah ficaram 14 anos sem se ver, no filme foram 7.

O química entre Ryan Gosling e Rachel McAdams fez toda a diferença, com certeza. Em questões físicas e de personalidade, o filme não foi fiel ao livro mas isso não atrapalhou nem um pouco.

O que é a cena da chuva que ela fala que esperou ele por 7 anos? MARAVILHOSA



Mesmo 12 anos anos depois, "Diário de Uma Paixão" é um dos filmes mais famosos do Nicholas Sparks. Em questões de bilheteria ele só não ultrapassou "Uma Carta de Amor".

A minha conclusão é: ambos transmitem o romance no estilo "Sparks", o livro é mais completo e em riqueza de detalhes ganha. Mas o filme, é um amorzinho, a fotografia é fantástica e as atuações foram incríveis. Os dois valem a pena.

Espero que tenham gostado!


Deixe um comentário