Sete Pecados Capitais - Neste livro, Corey Taylor — líder das bandas Slipknot e Stone Sour — conta detalhes de sua história de vida, que tem início em West Des Moines, Iowa, onde ele começa a sistematicamente cometer cada um dos Sete Pecados Capitais. Nesta biografia, Corey fala diretamente aos fãs, compartilhando seu ponto de vista sobre a vida como pecador e expondo seu olhar brutalmente honesto sobre uma vida que poderia ter dado terrivelmente errado e sobre o resgate da alma e a busca do autoconhecimento para endireitá-la.














* Informações

Título Original: Seven Deadly Sins
ISBN: 978-85-7684-616-1
Editora: BestSeller
Páginas: 219
Ano de Lançamento: 2013


RESENHA

Uma autobiogria que não é tão autobiografica assim. Como diz o título, ele fala sobre os sete pecados capitais e "linka" isso com experiências da sua própria vida. Para quem é fã do Stone Sour ou Slipknot, sabe que Corey é bem firme em suas opniões.

No livro, ele faz questão de criticar  a sociedade norte-americana, usando sempre um humor ácido e sendo o mais irônico possível, seus pontos fortes. Quem acha que vai saber sobre a trajetória das duas bandas que Corey lidera, vai ficar decepcionado. Os capítulos falam de cada um dos pecados misturados com algumas histórias do cantor mas nada muito aprofundado, ele tenta focar mais na sociedade e a cultura americana.

O capítulo que realmente é considerado autobiográfico é o capítulo 6, chamado "My Waterloo" em que Corey conta mais sobre a sua infância, o Bullying sofrido na adolescência e ao estupro que sofreu quando tinha 11 anos.

Mudança radical é uma decisão. Você decide quem ou o que vai ser. Se você é forte o bastante, pode dedicar sua vida a ser exatamente isso. Se não é, você toma o caminho fácil - apenas seguir o fluxo. Pessoas têm me dito que pecar é fácil, mas ter caráter dá trabalho. Acho que é simples assim: caráter exige prática. Pecar é apenas o que a maioria de nós faz quando ninguém está olhando.
Pág.120

 No livro, Corey mostra um cara que é reflexo da infância difícil que teve, sem oportunidades e que luta contra os seus demônios todos os dias, até hoje. Ele tenta nos mostrar que a vida não é fácil e que apesar de todas as dificuldades é possível mudar, é possível mudar o seu destino, basta você querer. E que apesar de todas as desgraças da sua vida, ele venceu.

7 pecados vendeu super bem lá fora que foi parar na lista dos mais vendido do The New York Times, depois d sua autobiografia, Corey lançou mais dois livros. Em 2013, lançou "A Funny Thing Happened On The Way To Heaven" e ano passado, "You're Making Me Hate You: An Uncommon Guide To Common Sense".

Leitura super recomendada. Boa semana!


Deixe um comentário