Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas – vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.






 * Informações

ISNB: 978-85-8057-045-8
Editora: Intrínseca
Páginas: 410
Ano de lançamento: 2011



 Resenha

A história começa no dia 15 de Julho de 1988, onde Emma e Dexter, vivem a sua primeira noite de amor juntos logo após a festa de formatura da faculdade.

Durante vinte anos você acompanha Emma e Dexter em todo dia 15 de julho que é a data que eles se conheceram. Às vezes eles estão juntos, outras vezes não, com raiva um do outro ou sem se falar.

Emma é certinha, nerd, cheia de juízo. Dexter é totalmente o oposto, só quer aproveitar a vida sem nenhum compromisso. Tiveram muitos momentos que eu fiquei morrendo de raiva do Dex ou querendo que a Em tomasse uma atitude que fosse o melhor para ela.

São vinte longos anos que você conhece sobre Dex e Em.

Ótima história desenvolvida por David Nicholls, foi o primeiro livro do autor que eu li e já morri de raiva logo de primeira. Me surpreendi com o final.

Basicamente chorei e sorri.

As citações do livro são incríveis, se eu não fosse tão apegada aos meus livros provavelmente teria marcado ele todinho.

Um dia é um romance mas não um romance qualquer. Faz você refletir sobre quanto tempo você tem para ser feliz e por quanto tempo você está disposto esperar.

Não dá pra escrever mais sem soltar os malditos spoilers. Espero que vocês gostem.

A dica é: Leia o livro antes de ver o filme. Eu gostei muito do filme maaaaaas o livro passa mais a emoção que você vai entender quando ler.


Você é linda, sua velha rabugenta, e se eu pudesse te dar um só presente para o resto da sua vida seria este. Confiança. Seria o presente da Confiança. Ou isso ou uma vela perfumada. "



Deixe um comentário